sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Liderança, as Regras do Nunca

No último texto sobre os impulsos e o auto-controlo acabei a referir que Henry Kissinger considerava que a tarefa de um líder é, essencialmente, conseguir levar os membros da sua equipa de onde estão para onde nunca estiveram. Isto pode revelar-se bem mais dificil do que podemos pensar à partida. Gerir não é uma função simples, essencialmente porque implica gerir não apenas as nossas emoções, como ainda as emoções de todos os membros da equipa ao cargo do líder. Além disso temos de os levar a realizar tarefas, para as quais podem ou não, estar motivados. Assim, para auxiliar a clarificar esta tarefa