sexta-feira, 26 de dezembro de 2014

Prazer imediato? Toca a pôr a imaginação a mexer!

Vi este vídeo com alguma antecipação de que seria um repetir de ideias. A sexualidade é algo que pode ser tão criativamente saudável, embora facilmente se resvale para um extremismo de opiniões (acredito que os extremos nunca são benéficos, mas avancei com o video). 

Francamente, foi muito mais do que isso, aliás, quase nem roçou os argumentos habituais (ou pelo menos, não foi isso que me captou a atenção)...
Estes minutos a ouvir Ran Gavrieli valem por termos contacto com alguém que investe numa abordagem de como a própria vida pode ser melhor e mais próxima ao que próprio deseja (sou sempre a favor disto!). É uma versão de como a intimidade pode (e deve!) ser uma expressão enriquecedora entre os seres e de como a nossa imaginação desempenha um papel primordial nesta comunicação. Aborda o retomarmos a responsabilidade sobre a nossa vida íntima, sem qualquer tipo de pudor ou conservadorismo, mas com muito prazer. Uma vez que somos autênticas esponjas do que nos rodeia, é  boa ideia aproximarmo-nos do que nos faz sentir bem e do que preenche as nossas vontades e opiniões tal como desejamos. E falar sobre este tema (e qualquer um, já agora...) é o que faz as nossas vidas mexerem, mudarem, evoluírem por onde queremos, versus uma história de silêncio que nos estagna ou resigna. 

Fica a sugestão:


4 comentários: